Perguntas e Respostas

1- É necessário lavar os grãos?

Não há necessidade de lavá-los todos os dias, é ate contra-indicado, pois isso faz com que eles percam nutrientes e enfraqueçam. Além disso, quando são lavados diariamente, eles passam a se multiplicar mais lentamente, então, o ideal é lavá-los apenas quando perceber que o iogurte (ou o suco) está mais ácido que o normal. Uma dica para melhorar a acidez é deixá-los de molho na água mineral
por 30 minutos, após lavá-los.
 2- Faz mal ingerir os grãos de kefir?

Os povos antigos das montanhas do Cáucaso, além de tomar o iogurte, também costumavam ingerir os grãos e o resultado era uma longevidade com boa qualidade de vida. Recomenda-se não ingerir mais que 1 colher de sobremesa de grãos por dia, para evitar desconfortos gastrointestinais, mas isso depende muito da reação de cada organismo.


3-  Qual a quantidade diária de iogurte (ou suco) de kefir que se deve ingerir? Quanto mais, melhor?

O indicado é 1 litro por dia, mas junto com outros alimentos. Não é correto alimentar-se apenas com Kefir ou usá-lo na maior parte da dieta, deixando de lado outros alimentos. Bom senso é sempre fundamental, pois como todo e qualquer alimento, consumido em excesso, o kefir pode fazer mal ou até desencadear uma reação alérgica a um dos nutrientes.
É preciso ter em mente que o Kefir não é um remédio milagroso q promete a cura de todos os males, ele apenas promove uma desintoxicação no organismo e isso se reflete em bem-estar, auxiliando na prevenção e controle de doenças.

4- Kefir emagrece?

Kefir ajuda, mas sozinho não vai resolver o problema. Não há milagres nesse caso! Além do uso diário do kefir, de preferência com uma acidez acentuada, é necessária uma dieta equilibrada, alguma atividade física e a ingestão de muita água. Beber Kefir pelo simples fato de querer emagrecer, pode ser decepcionante.

5- É correto utilizar muitos grãos para pouca água ou leite, durante a fermentação?

Muitos grãos em pouco espaço dificultam a proliferação. Além disso, irão produzir um iogurte ou suco muito ácido, com sabor bastante forte, o que poderá provocar irritação no intestino.

6- Mulheres grávidas podem utilizar kefir?

Inicialmente, não há problema algum. Para a maioria das gestantes, o kefir auxilia o combate à prisão de ventre, diminuindo o inchaço, as hemorróidas e a azia, mas isso irá depender do organismo de cada pessoa, cada um reage de uma forma.


7- É correto tomar kefir em jejum?

Não há problema, se não existe nenhum sintoma desagradável. É só observar os sinais que seu corpo dá. Geralmente, as pessoas que sofrem de gastrite sentem incômodos ao ingerir em jejum.


8- Vidros coloridos ou com desenhos interferem na fermentação?

O ideal é sempre usar vidro para fermentar o Kefir, nunca plástico, e o fato de ter cores ou desenhos não altera em nada o processo de fermentação. O vidro deve ficar protegido da luz solar direta.


9- É possível fazer adaptação de leite para água e vice-versa?

Sim, é possível adaptá-los, mas o resultado final não fica tão bom quanto o original. E com o tempo, eles diminuem de tamanho, enfraquecem e será necessário sempre recomeçar o processo de adaptação. Além disso, o sabor não fica se compara ao do kefir original.
O ideal mesmo é ter e manter os dois tipos de grãos, cada um em sua base original.

10- Ingerir regularmente o kefir ajuda a combater a osteoporose?

Para que a fixação do cálcio ocorra, é necessária a vitamina D, da qual o banho de sol matinal é uma excelente fonte. O Kefir promove uma desintoxicação no organismo e uma melhor absorção dos nutrientes (além de fornecer mais de 37 nutrientes probióticos), o que ajuda a fixar melhor o cálcio, vindo a somar ao tratamento médico, atividade física e banhos de sol.


11- O que fazer com os grãos excedentes ou quando quiser dar um tempo?

É só guardar os grãos na geladeira. Pode-se colocá-los em um vidro, cobrir com leite, ou água com açúcar mascavo, dependendo do tipo de kefir, fechar bem e identificar com data, para saber quando preparou e para evitar que não joguem fora acidentalmente, e deixar na geladeira pelo tempo que preferir. Quando retornar de viagem ou quiser voltar a fazer uso, despreze esse líquido que ficou e prepare como de costume, deixando a primeira fermentação fora da geladeira. Podem ficar na geladeira por vários meses, mas é importante trocar o líquido a cada 15 dias. Caso prefira congelar, isso também é possível. É só lavar os grãos com água mineral e enxugá-los com papel toalha ou pano de prato. Depois colocar em um vasilhame de vidro ou plástico, empanar com leite em pó (ou açúcar mascavo, dependendo do tipo) e por no congelador. Os grãos podem ficar congelados por um prazo de 6 meses. Para voltar a utilizar, deixe descongelar na parte de baixo da geladeira e recomece o processo de fermentação, deixando fora da geladeira no primeiro dia e descartando as 2 primeiras produções de 24 horas. A partir da 3ª geralmente já está em condições de consumo.


12- Pode-se tomar kefir o tempo todo, sem intervalo?

Sim, isso só irá depender do seu organismo. Se você perceber que deve dar um tempo, pare um pouco. Mas se não sentir isso, pode continuar.

13- Os grãos de kefir morrem?

Sim, kefir morre!
E quando morre, não há como ter dúvida, pois os grãos esfarelam ao simples toque dos dedos. Além disso, ficam com um terrível cheiro de podre.

14- Kefir engorda?

Kefir pode engordar sim, é perfeitamente possível. Isso depende muito da forma como ele é preparado e de outros fatores como a alimentação, se é balanceada ou não, se há a prática de exercícios físicos e outros. Caso esteja de dieta, não se deve utilizar leite integral no preparo do iogurte, bem como deve-se ter cuidado com os acompanhamentos. O mais indicado é usar o kefir junto com fibras (linhaça, gérmen de trigo, frutas).

15- Quais as diferenças entre kefir de leite e de água?

Em se tratando de valor nutricional, o Kefir Real (leite) tem um valor um pouco mais alto e produz alguns nutrientes a mais que o Kefir água, mas os benefícios são praticamente os mesmos.


16- É verdade que água/ leite quente mata os grãos?

Sim... Calor acima de 40 graus mata os grãos.


17- O que fazer se alguém começa a se sentir mal ao usar kefir? parar ou insistir?

Apesar de não haver nenhum dado que comprove que o kefir provoca efeitos colaterais, parar de tomar é a melhor opção nesse caso! Kefir não é nenhum remédio milagroso, nem cura todos os males. Se não está fazendo bem, o melhor é que pare de tomar! O que é bom para uma pessoa, pode não ser bom para outra.


18- Por que os grãos de kefir de uma pessoa podem ser maiores ou apresentarem formas diferentes  de outras?

O formato e comprimento dos grãos podem variar dependendo do tipo de leite em que é cultivado. Algumas vezes, ficam mais longos, mais lisos ou com menos granulações. Outras vezes, ficam parecendo “pipoquinhas”, aglutinados e quase não se percebe a membrana que interliga os grânulos. Esse fato, porém, não interfere em nada nos benefícios oferecidos pelo kefir e nem na saúde deles.


19- Pode-se usar açúcar cristal ou demerara ao invés do mascavo p fermentar os grãos de água?

Usar o açúcar cristal branco ou mesmo o demerara por poucos dias não irá matar os grãos, mas esses tipos de açúcar contêm produtos químicos capazes de alterar os nutrientes do Kefir. Os grãos aumentam de tamanho e visualmente parecem estar mais saudáveis. Com o tempo, porém, a fermentação pára e o suco fica mais adocicado, mesmo com tempo de fermentação acima de 30 horas. Ou seja, a quantidade de água com sacarose fica alta e os nutrientes probióticos, pouquíssimos.


20- Ao receber o kefir pelo correio, é normal que ele demore a se multiplicar e a ganhar consistência?

É preciso um pouco de paciência. Quase sempre eles demoram para se adaptar. Deve-se preparar normalmente, conforme indicado no post http://kefir-alimentoprobiotico3.blogspot.com/2010/11/coloque-os-graos-em-um-vasilhame-de_04.html#comments


21- É normal os grãos ficarem boiando na água ou no leite?

É normal e bastante comum, porque durante a fermentação há liberação de CO2 e eles ficam mais leves, mas isso não quer dizer que não estão fermentando normalmente ou que a saúde dos grãos não está boa. Se o sabor e odor estiverem normais, característicos do kefir, está tudo ok.


22- O que se deve fazer quando o kefir deixa de fermentar como no início?

Uma dica é experimentar mudar a marca do mascavo (ou do leite, dependendo do tipo do kefir). Deve-se: 1) Verificar a qualidade da água que está sendo usada. A indicada é a mineral. 2)Ter cuidado com resíduos de detergente, luz do sol direta e produtos químicos. 3)Manter sempre a proporção de grãos. Muitos grãos prejudicam a proliferação da colônia.


23- Crianças podem usar kefir?

Passada a fase de amamentação e se já se alimentam com alimentos sólidos, podem incluir Kefir na sua dieta diária, mas é importante que a mamãe fique de olho nos efeitos do kefir no organismo da criança, pois nem todas se adaptam. Uma dica é começar com meia porção de leite (ou água, caso seja kefir de água) e meia de iogurte ou suco de kefir.


24- É verdade que o kefir cura várias doenças?

O Kefir não é remédio e por isso, não promove a "cura" de doença alguma. Ele é considerado um superalimento e promove uma desintoxicação no organismo, quando consumido regularmente, facilitando o funcionamento correto do intestino, eliminando as impurezas e, com isso, possibilitando a melhora da saúde e bem estar de um modo geral. Com o bom funcionamento do intestino, a pele, as unhas e os cabelos começam a melhorar e, com o passar do tempo, a resistência imunológica aumenta, fazendo com que a qualidade de vida também melhore.

25- O kefir pode ajudar a diminuir os efeitos da menopausa?

Há relatos de pessoas que sofriam bastante com a chegada do climatério e os efeitos da menopausa. Com o uso do Kefir, concomitante ao tratamento médico, elas afirmam terem melhorado as ondas de calor e todos os outros sintomas desagradáveis.


26- O kefir cura a Candidíase?

O kefir não cura Candidíase, nem doença alguma. Ele Kefir funciona  apenas como um auxiliar para o aumento da nossa resistência imunológica. Consumi-lo diariamente e mantê-lo na dieta diária ajuda a combater e melhorar os sintomas desagradáveis da Candidíase, mas quase sempre ela não desaparece por completo apenas pelo uso kefir, isso irá depender muito de cada organismo. Muitas vezes é necessário um tratamento sério e prolongado com médico imunologista.


27- É correto lavar o vidro todas as vezes que coar o kefir?

É correto e necessário que se lave muito bem o vidro todas as vezes que for trocar o líquido, usando bucha e detergente. O único cuidado que se deve ter é enxaguar muito bem, para que não fiquem resíduos de detergente. 


28- O kefir pode ser cultivado no leite em pó?

Sim. O leite em pó deve ser preparado conforme orienta na embalagem, em temperatura ambiente ou gelada, e faz o mesmo efeito do leite de caixinha, as propriedades são as mesmas.



29- O que fazer se o meu iogurte/ suco ficar muito forte ou ácido demais?

Você deve observar alguns pontos:
1) Jamais deixe restos de kefir antigo no recipiente. O correto é coar por completo,  depois lavar bem o vidro, e só então recomeçar o processo de fermentação;
2) Lave os grãos com água mineral uma vez por semana;
3) Preste atenção nas proporções de grãos e leite ou água e açúcar. Ver AQUI. Mais grãos que o recomendado podem fazer seu iogurte/ suco ficarem muito fortes.
4) Experimente deixar os grãos fermentando a segunda metade do tempo na geladeira, principalmente no verão.